Jorge Ventura, presidente interino (2017)


É, a chapa esquentou!
Muita gente se espantou com a notícia, muita coisa se falou e ninguém percebeu – como diria o dramaturgo Nelson Rodrigues – o óbvio ululante. Tudo na vida é movimento, é expressão. Quando a fórmula dos sonhos, prazeres e objetivos deixa de surtir o efeito desejado, é hora de transubstanciar.
O poeta, amigo e presidente Sérgio Gerônimo nos delegou a missão de vivenciar essa transubstanciação. Ao entregar sua carta de licença, por motivos estritamente particulares, não se distanciou da APPERJ, ao contrário, deu-nos a oportunidade de fazer valer, na prática, o nosso comprometimento coletivo, considerando a honra e a responsabilidade de defendermos a história de uma associação literária com quase 30 anos de tradição.
Sérgio nos deu ainda a certeza de que continuaremos a contar com sua vasta experiência, para qualquer tipo de esclarecimento ou orientação, pelo prestígio de ter participado de todas as diretorias desde a fundação, o que muito nos fortalece.
Atentos às mudanças, sentimo-nos solidários ao poeta e amigo Mozart Carvalho, que renunciou ao cargo de vice-presidente pela necessidade de dedicar um tempo maior à sua carreira acadêmica, o que nos cabe torcer pelo seu sucesso e demonstrar o nosso imenso agradecimento em razão de sua competente contribuição.
Por isso, nós, da diretoria CHAPA QUENTE, queremos preparar o associado para algumas transformações no ano de 2017. Estamos com novas ideias e os mesmos ideais: os de servir cada vez mais e melhor à APPERJ e aos apperjianos.

Contamos sempre com o seu respeito e colaboração.
Jorge Ventura – Diretor de Comunicação Social (Presidente interino da APPERJ)

 

Poetando
Sérgio Gerônimo
Presidente de Honra

o palanque na pça general osório
atiçava os ipanemenses
chicos, ritas, sérgios & jujus
messodis, flávios, arletes & reginas
célios, dalvas, cerqueiras & lúcias
cariocas da tribo apperjianos
turma do primeiro ano
poetaram domingos
na barriga: frio, na voz: poesia
nos teatros poetaram terças (todas)
na barriga: frio, na voz: poesia
palavras navegam poetando os sete mares
depois aos 15 de coroa e cetro
fazem-se poesia numa petrópolis
de tantas coroas poemas matinais
glendas, tanussis, márcias & catarinas
cristais refletindo jovens
parceiros da certeza do futuro
imperam a poesia em festa
agora aos 25 de prata nos cabelos
mil e um projetos arquitetados
mozarts, sandras, lucas & elianes
ines, jorges, gladis & vandas
constroem a tela megapixel
dos poemas possíveis
sempre efervescentes
e o frio na barriga
igual, igualzinho
na voz: poesia
prenhe de interrogações
os versos pelos poros
adrenalina pelas estrofes
mais 1 ano
e a certeza do orgulho
de ser apperjiano

 


apperj@apperj.com.br


generico cialis levitra senza ricetta viagra costo levitra acquisto cialis senza ricetta kamagra acquisto cialis prezzo kamagra italia acquisto kamagra comprare viagra acquisto levitra acquisto viagra viagra generico viagra comprare viagra acquisto levitra prezzo generico viagra cialis generico levitra generico