APPERJ Jovem

Uma das maiores responsabilidades da comunidade artístico-cultural brasileira ou de qualquer outro país, é a de garantir solo fértil para que as gerações futuras possam manter vivas as artes, independentemente das novidades apresentadas pelo mundo moderno. Hoje as guerras são travadas nas Estrelas, mas ainda existem exímios esgrimistas e campeões de arco e flecha. O vídeo-clip parece ser uma novidade duradoura, mas, feliz ou infelizmente, não tem uma Musa a garantir sua permanência no "Olimpo"; a POESIA tem.
Sendo a APPERJ uma associação voltada à valorização e divulgação da poesia, nada mais justo que tenhamos preocupação com os jovens que precisam conhecer, valorizar, ler, escrever, declamar POEMAS e permitir que estes mesmos jovens descubram-se em talentos adormecidos na arte do rimar, de ritmar palavras e lidar com as emoções.

Qual a proposta da APPERJ JOVEM?
Ser um ELO de LIGAÇÃO entre todos os que trabalham diretamente com jovens, escritores e poetas, em qualquer lugar.
O que significa ELO de LIGAÇÃO, será alguma forma de controle central?
Absolutamente. Elo de ligação é exatamente um elo de ligação. Queremos que o professor que está desenvolvendo um projeto interessantíssimo lá em Rondônia, seja conhecido por um professor que desenvolve um outro projeto, também interessantíssimo, no Paraná, ou quem sabe em Timor Leste, quiçá Moçambique.

Qual a vantagem desse contato?
Várias: trocar informações, discutir objetivos, unir forças para conseguir patrocínios, passar leis favoráveis à poesia nas escolas, apoio mútuo para a resolução de problemas; fazer com que os jovens escritores estabeleçam vínculos de amizade através da poesia.

Como fazer isto?

Dar continuidade ao que já começamos – divulgar os que realizam este tipo de trabalho; colocá-los em contato; dar oportunidades aos jovens poetas, como por exemplo, o prêmio Cléa Halfeld, oferecido às categorias infantil e juvenil do Concurso Nacional de Poesia Francisco Igreja; promover clubes de leitura; fazer encontros de escritores já desenvolvidos com os mais jovens; promover a inserção social em áreas carentes de cultura, através de interações pessoais constantes.

Como fazer para participar?
Se você desenvolve um trabalho diretamente voltado às crianças e jovens, mande-nos notícias – via e-mail ou por carta. Diga o que anda fazendo, ou sonha fazer, seu endereço para correspondência (e-mail, inclusive) e visite os que já estão trabalhando e já fizeram contato.

Já participam:
.. app Catarina Maul – Semeando Poesia nos Jardins da Educação, Petrópolis/RJ.
.. app Margareth Assis Marinho – a Professora Maluquinha, Juiz de Fora/MG.
.. Fátima Morato – Projeto Descubra um Escritor.
.. app Julice da Gama – São José do Rio Preto/SP.
.. app Márcia Reis – A Voz de Canelinha – Canelinha/SC.

.. app Rosa Prista Poesia em Movimento, Rio de Janeiro/RJ.
.. Wanderson Geremias - Projeto WG de Rua (Cultura na Cesta), Rio de Janeiro/RJ

.. Parque Estadual da Cantareira/Artmica - Projeto Conhecer para preservar, São Paulo/SP

Propomos um questionário:
Nome do projeto
Nome do(s) responsável(eis)
Local de atuação
Nome e endereço da(s) escola(s) onde atua
Data da fundação
Principais colaboradores
Eventos já realizados
Prêmios obtidos pelo projeto

Próximas etapas:
Trabalhos das crianças – a ideia é, ao longo do ano, colocar online o trabalho de texto realizado com os jovens – sistema rodízio.

Suas dúvidas:
Caso não tenha entendido direito o que desejamos fazer, escreva-nos.
Se você tem um projeto e tem dificuldades para viabilizá-lo, tentaremos encontrar alguém que saiba como ajudá-lo(a).

Sugestões:
Boas ideias que você não está, pessoalmente, interessado(a) em realizar, mas que acredita ser interessante e útil.
Sugestões de possíveis patrocinadores.
Entidades governamentais que trabalham nesta área e apoiam projetos assim.

Visitem nosso site. Vistam a camisa da poesia. Sejam apperjianos e não se esqueçam, nunca, que as emoções humanas estão sendo sufocadas por um mundo agressivo, impessoal e, muitas vezes, cruel e que a POESIA e a ARTE são saudáveis janelas para respirar o melhor de nossos sentimentos.
Bem-vindos ao mundo da POESIA. Bem-vindos à APPERJ Jovem.

Glenda Maier & Sérgio Gerônimo

apperj@apperj.com.br

Grupo Poesia em Movimento


Coordenadora: poeta, psicóloga Rosa M. Prista
Atuamos no Rio de Janeiro, no bairro do Méier com deslocamento para uma série de cidades brasileiras.
Nossa sede fica no Centro de Estudos da Criança que é uma comunidade científica que através da poesia promove o desenvolvimento de crianças e jovens portadores ou não de necessidades especiais - da superdotação a portadores de deficiência.
Rua Arquias Cordeiro, 614 sobrado 201 - Méier. tel. 98314604 - rosamprista@gmail.com
Fundação 2002
Eventos: Espetáculos produzidos- Humanos em Extinção apresentado no Sesc Madureira e Engenho de Dentro
Diálogos entre Freinet e Freire - Faculdade Gama e Souza
Excluídos, potencialidades caladas! - SESC Niterói e Engenho de Dentro
Nos Saberes e Sabores da Terra - Teatro Municipal de Blumenau e Sindicato dos Escritores
Magia de Viver - a ser inaugurado na UERJ - setembro de 2010
Saraus Bimestrais

Participação nas Bienais do Livro com os livros A VIDA É UM LONGO RECREIO; BRINCANDO DE POESIA;
MYA; NO JACARÉ A POESIA ESTÁ DE PÉ.

Premiações :2002 - Destaque Cultural - Academia de Letras Paranapuã
2003- Moção de destaque do Movimento Freinet de Santa Catarina
2004 - Moção de destaque da Associação Portuguesa de Motricidade Humana
Além das diversas poesias selecionas e premiadas ao longo destes anos
Patrocínio - CEC

 

PROJETO “ LEITURA DRAMÁTICA /TELA VIVA” - CATIVA ALUNOS DE UMA ESCOLA EM CANELINHA/SC.

Os alunos da 7ª e 8ª séries da E.E.B. Professora Minervina Laus em Canelinha trabalharam nas aulas de arte como o professor : Lencaster Gurgel Campos o projeto: “leitura de imagens/ tela viva” que tem como um dos objetivos educar o olhar.
O trabalho do professor Lencaster serve de modelo para muitas escolas. É preciso Educar nosso olhar de educadores para privilegiar na escola experiências humanizadoras, que é a chave para se entender da vida, da prática e da civilidade.
Na foto abaixo participa da tela viva os alunos da 7ª série: Talita Machado, Amanda Reis, Amanda Beirão, Vanessa Cristina Bissoli, Kevin Uesllyn Darosci, Ana Paula Umbelino, Luiz Fernando Beirão, Janaina Naiani Alves, Eliel Senna, Amanda Venâncio e Manoel Mário Reis Bittencourt.
Para os alunos foi uma experiência muito atraente, além das telas vivas foi também montado um painel na escola com o resultado do projeto. O projeto mudou a rotina das aulas de arte e a cidadania aconteceu.. .Parabéns a escola, aos alunos e em especial ao professor Lencaster por fazer a diferença enquanto educador.

 

 



II FEST LER/Juiz de Fora/MG

Fóruns de Literatura

III Fórum Infantil de Literatura
II Fórum Juvenil de Literatura
I Fórum de Jovens e Adultos de Literatura
I Fórum de Educadores de Literatura

A Funalfa e a Secretaria de Educação Municipal, em parceria com a Biblioteca Municipal Murilo Mendes, apresentam os Fóruns de Literatura , a realizarem-se entre os dias 28/05 e 01/06/07, dentro da programação oficial do II FESTLER.
Visando abrir espaço para relatos e debates acerca da leitura literária a leitores de todas as idades, os Fóruns de Literatura do II FestLer terão sua proposta ampliada. Além do III Fórum Infantil de Literatura e do II Fórum infanto-juvenil de Literatura, serão realizados: o I Fórum de Jovens e Adultos de Literatura e o I Fórum de Educadores de Literatura.


1) O que são os Fóruns de Literatura:
Os Fóruns de literatura do II FestLer consistem numa seqüência de debates realizados por pessoas de todas as faixas etárias, que se interessem pela leitura literária, tendo por objetivos fomentar a leitura literária como prática social.

2) O que pretendem:
Criar um espaço de discussão, informação e debate sobre a leitura de obras de literatura.

3) A quem se destinam:
• III Fórum Infantil de Literatura: crianças até 13 anos regularmente matriculadas em escolas públicas ou particulares e (ou) vinculadas a algum projeto sócio-educativo;
• II Fórum Juvenil de Literatura: adolescentes de 14 a 18 anos regularmente matriculados em escolas públicas ou particulares e (ou) vinculados a algum projeto sócio-educativo;
• I Fórum de Jovens e Adultos de Literatura: jovens e adultos a partir de 18 anos;
• I Fórum de Educadores de Literatura: professores de qualquer área dos diferentes níveis de ensino (educação básica e superior).

4) Onde serão realizados:
Biblioteca Municipal Murilo Mendes/ Setor Infanto-Juvenil.
Av. Getúlio Vargas, Praça Antônio Carlos, s/nº.

5) Como serão realizados:
. Sob a coordenação da Comissão organizadora dos Fóruns de Literatura do II FEST LER, composta por representantes da Biblioteca Municipal Murilo Mendes e Secretaria Municipal de Educação, o evento será realizado em sete sessões, a saber:
• III Fórum Infantil de Literatura: 3 sessões;
• II Fórum Juvenil de Literatura: 2 sessões;
• I Fórum de Jovens e Adultos de Literatura: 1 sessão;
• I Fórum de Educadores de Literatura: 1sessão.
. Haverá apresentações culturais no início e no encerramento de cada sessão de debates.
. Os participantes das mesas de debates deverão discorrer sobre sua experiência como leitores, tendo como referência o eixo temático definido pela comissão organizadora.

5.1) A temática:
Os Fóruns de Literatura do II FestLer terão como eixo temático textos de humor da literatura brasileira, sejam eles novelas, crônicas, teatro, textos de tradição oral, cartuns, quadrinhos e outros.

5.2) Os debates:
5.2.1) A composição e trabalhos da mesa de debates:
. Cada mesa será composta por, no máximo, cinco debatedores e presidida por um mediador.
. O regulamento dos debates será definido em reunião prévia com os debatedores inscritos ou seus orientadores/ representantes.
. A reunião para definição do regulamento será realizada no dia 07/05, na Biblioteca Municipal Murilo Mendes, Setor Infanto-Juvenil, em horários a serem comunicados posteriormente pela comissão organizadora.
5.2.2) Os debatedores:
. Os debatedores que comporão as mesas do III Fórum Infantil e no II Fórum Juvenil de Literatura deverão, obrigatoriamente, ser indicados pelas escolas ou instituições a que se vinculam.
. Os debatedores dos Fóruns do II FestLer poderão, também, ser convidados pela comissão organizadora.
. Os debatedores devem possuir razoável conhecimento de literatura dentro do eixo temático estabelecido, apresentar fluência verbal e desenvoltura no trato com o público.
5.2.3) Os mediadores:
. Os mediadores serão indicados pela comissão organizadora, podendo ser acatada sugestão de terceiros, desde que submetida à aprovação daquela comissão.
. Os mediadores devem possuir razoável conhecimento de literatura dentro do eixo temático estabelecido, apresentar fluência verbal e desenvoltura no trato com crianças, adolescentes, jovens e adultos.
. A função do mediador é coordenar os trabalhos da mesa de debates, o que consiste em: 1º) apresentar os debatedores e as regras do debate para a plenária; 2º) apresentar a temática dos Fóruns, fazendo uma breve explanação; 3º) organizar a ordem e o tempo das falas e auxiliar os debatedores caso isso seja necessário.
5.2.4) Da organização dos debates:
. Os debates se darão da seguinte forma: 1º) apresentação dos debatedores e do eixo temático pelo mediador; 2º) exposição oral dos debatedores; 3º) debate entre os componentes da mesa, que poderão dirigir perguntas uns aos outros; 4º) debate entre os componentes da mesa e a plenária (os debatedores deverão responder a perguntas do público presente).
. As regras do debate serão definidas pelo regulamento, conforme o disposto no item 5.2.1.
5.2.5) Das condições para participação na mesa de debates:
5.2.5.1) Para participação no III Fórum Infantil e do II Fórum Juvenil de Literatura:
. os debatedores deverão estar regularmente matriculados e freqüentes em escolas da rede pública ou particular ou estar vinculados a algum projeto socioeducativo do município;
. os debatedores deverão ser indicados por profissional responsável da instituição educativa que freqüentam;
. a indicação para participação da mesa de debates do III Fórum Infantil e do II Fórum Juvenil de Literatura se dará mediante os seguintes critérios:
a) conhecimento de obras literárias conforme o eixo temático indicado;
b) fluência verbal;
c) facilidade de falar em público.
5.2.5.2) Para participação no I Fórum de Jovens e Adultos e no I Fórum de Educadores de Literatura deverão ser observados os seguintes critérios:
a) conhecimento de obras literárias conforme o eixo temático indicado;
b) fluência verbal;
c) facilidade de falar em público.

5.3) As apresentações culturais:
. Haverá apresentações culturais no início e no final de cada uma das sessões dos Fóruns de Literatura.
. As apresentações culturais ficarão a cargo das escolas ou instituições sócio-educativas interessadas, que deverão inscrever sua apresentação em ficha anexa.
. Consideram-se apresentações culturais performances de crianças, adolescentes, jovens e adultos, tais como encenações, canto individual ou coral, música instrumental, contação de histórias e afins.
. A duração de cada apresentação não deve ultrapassar a quinze minutos.
. O conteúdo das apresentações deve priorizar o caráter artístico, não sendo admitidas performances de cunho religioso explícito, ou ofensivas a valores éticos e morais.
. A comissão organizadora reserva-se o direito de rejeitar inscrições que não estejam dentro do caráter estabelecido para as apresentações culturais dos Fóruns de Literatura.

5.4) Composição e participação da plenária:
. A plenária se comporá de todas as pessoas que estiverem assistindo aos debates.
. A composição da plenária dará prioridade a crianças, adolescentes, jovens e adultos, estudantes e/ou educadores das redes pública e particular de ensino, ou vinculados a projetos sócio-educativos, conforme o disposto no item n. 3.
. A plenária poderá ser formada, também, pelo público em geral.
. O número de participantes da plenária não poderá exceder a setenta (70);
5.4.1) Das condições para participação na plenária:
. A participação na plenária se dará mediante inscrição prévia, conforme o disposto no item 6.2;
. Serão aceitas inscrições de grupos de crianças e adolescentes, desde que sob a orientação de um responsável (professor, orientador, coordenador, instrutor ou afins).

6) Das inscrições:
6.1) Na mesa de debates:
. Os debatedores deverão se inscrever junto à comissão organizadora dos Fóruns, através do preenchimento de ficha anexa.
. Para participação no III Fórum Infantil e do II Fórum Juvenil de Literatura os debatedores deverão ser inscritos por um responsável da sua escola ou instituição;
. No caso de menores de dezoito anos, é necessário, ainda, autorização por escrito dos responsáveis;
. Todos os inscritos para a mesa de debates deverão se comprometer a comparecer às reuniões que a comissão organizadora achar por bem realizar, acompanhados de representante de sua instituição educativa;
Obs: Caso o número de inscritos para a mesa de debates exceda ao total previsto para sua composição, a comissão organizadora se reserva o direito de selecionar os debatedores entre os inscritos.

6.2) Na plenária:
. As inscrições na plenária serão prioritárias para grupos.
. As inscrições de grupos deverão ser feitas por um representante ou responsável, mediante apresentação de lista nominal dos participantes;
. No ato da inscrição, o participante ou representante receberá comprovante, que deverá ser apresentado na entrada do Fórum;
. No ato da inscrição, o responsável deverá fazer a opção para apenas uma sessão de debates, sendo vetada a participação em mais de uma sessão, salvo em caso de lugares excedentes ou em que a comissão organizadora do evento autorizar.
. Serão admitidas inscrições individuais mediante o número de vagas disponíveis ou em casos em que a comissão organizadora do evento autorizar.


7) Período e local de inscrição:
. De 09/04 a 18/05
Centro de Formação do Professor
Av. Getúlio Vargas, 200


8) Programação:

8.1) III Fórum Infantil de Literatura:
. Sessão 1: dia 28/05, às 15 horas
. Sessão 2: dia 30/05, às 15 horas
. Sessão 3: dia 01/06, ás 15 horas

8.2) II Fórum Infanto-juvenil de Literatura:
. Sessão 1: dia 29/05, às 15 horas
. Sessão 2: dia 31/05, às 15 horas

8.3) I Fórum de Jovens e Adultos de Literatura:
. Sessão única: dia 30/05, às 19 horas

8.4) I Fórum de Educadores de Literatura:
. Sessão única: 31/05, às 19 horas

9) Informações:
3690-7433/ Centro de Formação do Professor
3690-7049/ 3690-7050/Biblioteca Municipal Murilo Mendes/ Liliana e Lívia
3690-7721/ Secretaria de Educação/ Aretusa e Margareth
3690-7384/ Secretaria de Educação/ Márcia
3690-1531/ Secretaria de Educação/ Cida

Fotos dos Fóruns anteriores

 

 

Projeto WG de Rua (Cultura na Cesta)


Coordenador - Wanderson Geremias (WG)
Ponto de Leitura - app Vânia Moraes
Atuação em Santa Cruz

A escola de Basquete de Rua, localizada na comunidade do Cesarão, em Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro, conhecida hoje como Cultura na Cesta, nasceu em agosto de 2005, com o intuito de mobilizar crianças e adolescentes carentes para a prática de uma atividade esportiva. O projeto também ressalta a importância dos valores éticos e de cidadania, buscando resgatá-los, além de abrir espaço para discussões sobre a violência vivenciada por esses jovens no dia a dia. O principal objetivo do Cultura na Cesta é incluir e preparar essas crianças e adolescentes para encarar a sociedade e os problemas existentes nela, buscando oportunidades que mudem a história de vida de cada aluno, na procura pelo conhecimento e crescimento. Neste sentido a app Vânia Moraes desenvolve o Ponto de Leitura (salas internas e quadras de basquete), quando utiliza a POESIA, principalmente, e outras manifestações literárias para inserir os indivíduos do projeto em um universo novo, diferenciado, onde escritores comparecem, conversam e expõem seus trabalhos e eventualmente jogando basquete, também.

Mais informações: www.culturanacesta.blogspot.com
Leia mais: www.culturanacesta.webnode.com

Fotos da visita ao SESC Ensino Médio - Jacarepaguá, Rio/RJ

 

PROJETO “CONHECER PARA PRESERVAR”
ANO 2012

Observe o show da natureza, desde as minúsculas criaturas vivas aos grãozinhos de areia, e assim você vai conhecer, respeitar, defender e preservar a natureza. Lembre-se que a existência da humanidade depende da existência da natureza.

“ARTES E ARTISTAS DA NATUREZA”
PARQUE ESTADUAL DA CANTAREIRA
MOVIMENTO INFANTO-JUVENIL CRESCENDO COM ARTE
PROMOVEM
CONCRS NACIONAL DE VERSO E ARTE
PARA CRIANÇAS E JOVENS DE 6 A 16 ANOS

POESIA: A poesia é um grande tesouro da expressão humana.
Comunicar-se na forma de poesia é trabalhar, brincar e até viajar com as palavras, e com elas extravasar sentimentos. Por isso, nós o convidamos a explorar seu imaginário e a escrever na forma de poesia o que a natureza trabalha com muita arte. Lembre que escrever poesia não é um simples “escrever”, mas um escrever com muito sentimento, com emoção, às vezes com um toque de magia.Você está sendo estimulado, neste concurso, a despertar os sentimentos de amor, admiração, respeito e proteção às artes que a natureza criou nos seus bilhões de anos e aos seus artistas que continuam a criar a cada momento, seja noite, seja dia. Transcreva tudo que seus olhos veem com alma de poeta e transforme esta oportunidade de escrever uma poesia, na emoção de declarar seu amor à “Mãe Natureza”.

ARTE: A arte é o meio de comunicação mais antigo da humanidade. Até os dias de hoje, a arte tem linguagem universal e todos podem compreendê-la. Mesmo para aqueles que têm alguma deficiência visual, a arte dispõe de recursos para se fazer compreendida. Nas artes plásticas, basta ter textura, relevos, volume.
Faça um desenho ou pintura, escolhendo uma arte ou um artista da natureza. Passe a observar cada planta, cada onda do mar, cada gota de chuva, cada rocha, e como são capazes de criar arte. Artes visuais, musicais e de movimentos. Observe os artistas que vivem na natureza e estão sempre a criar novas obras de arte. O passarinho construindo seu ninho, a aranha tecendo sua teia, o leão soltando sua voz, a gavinha da planta trepadeira fazendo piruetas para escalar o ponto mais alto.

NATUREZA EM VERSO E ARTE: Vamos unir a arte e a poesia e fazer uma homenagem à natureza. Depois de escolher uma arte da natureza ou um artista da natureza, escreva uma poesia e a ilustre com um desenho ou pintura.

OBJETIVOS: Incentivar crianças e jovens na exploração de seu imaginário, expressando seus sentimentos e experiências envolvendo os seres da natureza e culminando no respeito e defesa dos mesmos. Tomar consciência do papel essencial de cada ser no seu ecossistema ou no bioma, levando ao entendimento de que todos devem ser mantidos em seus habitats para que a natureza mantenha equilíbrio e harmonia. Este trabalho busca, também, a tomada de consciência da importância de preservar os recursos que a natureza nos oferece e estimular crianças e jovens a criarem o hábito de observar a natureza com mais atenção e a valorizarem cada ser animal, vegetal ou mineral, reconhecendo-os como essenciais à vida.

SUGESTÕES: A arquitetura de uma colméia; a melodia da brisa; o bailado das águas do mar; a construção da casa do joão-de-barro; o pássaro alfaiate; o pássaro tecelão; o pássaro pintor; as estalactites de uma caverna; a trama do casulo do bicho-da-seda; o canto do uirapuru; a drusa de ametistas; a encenação de um pássaro para a conquista da fêmea; o tecer da teia da aranha; a construção da sociedade de um formigueiro; o canto da baleia; as acrobacias do golfinho rotador; as piruetas das gavinhas de uma planta trepadeira; a aerodinâmica das sementes aladas ou emplumadas; a suave dança do girassol; rosa de jericó, a planta contorcionista. Observe com mais atenção tudo à sua volta, nas caminhadas, nos passeios, pesquise nos livros, na internet, e você vai encontrar muito mais artes e artistas da natureza.

REGULAMENTO:
I - Elaboração dos trabalhos
1. Proposta: O participante deverá pesquisar sobre o tema e criar uma poesia sobre uma arte ou um artista da natureza e ilustrar a poesia com uma pintura ou um desenho, alusivo à poesia, também de sua autoria. Poesia e ilustração deverão ser do mesmo autor;
2.Tema: A natureza e seus seres animais, vegetais e minerais;
3. Papel para o Trabalho: Folha sulfite branca ou reciclada no tamanho A4;
4. Planejamento: Dividir imaginariamente a folha de papel A4 em duas partes. Na parte superior ficará a ilustração e na parte inferior a poesia. Veja modelo no blog do MICA http://artmica.blogspot.com/;
5. Ilustração: O desenho ou pintura alusivo à poesia poderá ser feito a grafite, lápis de cor, giz de cera ou com qualquer tipo de tinta e deverá ser realizado na parte superior da folha;
6. Poesia: A poesia deverá ser escrita abaixo da ilustração Deverá ser digitada na folha A4 em tamanho bem legível (de preferência na fonte arial ou times new roman) ou escrita em letra de forma. Poderá ser soneto, haicai, trova, quadrinha, ou um poema curto de qualquer outro gênero, que não poderá ultrapassar uma folha, onde acima estará a ilustração. A poesia deverá ter um título, colocado acima da poesia. Abaixo da poesia deverá constar apenas o nome completo do autor. Os demais dados, como idade, cidade, escola, serão colocados pela comissão organizadora do concurso em etiqueta na base do papel-cartão;
7. Montagem do trabalho: Após estar pronto o trabalho, a poesia (o verso) e a ilustração (a arte), colar com cola bastão a folha A4 em uma base de papel-cartão ou similar com dimensões de 30 X 40 cm, em cor forte, para contrastar com o branco do sulfite. Poesia e Arte, ou seja, todo o trabalho, será composto por apenas uma folha;
8. Identificação: Será feita na parte de trás da base/moldura de papel-cartão de 30 X40 cm, contendo: título da poesia, nome completo do autor(sem abreviar), idade, nome do professor(sem abreviar), endereço com CEP e e.mail da escola ou instituição. No caso de ser enviado individualmente, os dados do mesmo.
9. Envio dos trabalhos: Será aceito apenas um trabalho por participante com idade entre 6 e 16 anos. Sendo que, cada escola ou instituição poderá enviar quantos trabalhos quiser. Trabalhos realizados e enviados individualmente também serão aceitos.
10. Listagem dos trabalhos: Fica a cargo da escola ou instituição a elaboração de uma lista (solicite o modelo) com todos os títulos, nomes completos dos participantes (sem abreviações) e suas respectivas idades, nomes dos professores (um por lista), nome completo da escola ou instituição, endereço (com CEP) e e.mail (indispensável). Esta lista deve ser anexada aos trabalhos, no envio.
11. Não serão aceitos: Trabalhos que retratarem artes por adestramento de animais de estimação, animais em circo ou em outro tipo de espetáculo ou competição e de elementos da natureza que tenham sofrido a intervenção humana.
II -Envio dos trabalhos
Enviar pelo Correio Postal para o seguinte endereço:
Parque Estadual da Cantareira – Núcleo Pedra Grande
AC. Programa de Uso Público
Rua do Horto, 1799 – Bairro do Horto Florestal
CEP: 02377-000 São Paulo - SP

Data-limite de recebimento ( não de postagem) dos trabalhos: 30 de junho de 2012

III - Seleção dos trabalhos
1. A seleção, que qualificará os trabalhos para uma mostra e a escolha daqueles para os quais serão conferidas premiações será feita por júri formado por profissionais de reconhecido mérito, das áreas de Educação, Psicologia, Artes Plásticas e Cultura. A decisão se baseará nos seguintes critérios: adequação ao tema, materiais discriminados no regulamento, originalidade, técnica e criatividade.
2. Os trabalhos serão separados em 4 faixas etárias para as seleção e premiação.
3. A aceitação deste regulamento implica no reconhecimento da soberania da decisão da comissão julgadora, podendo a mesma, não conferir as seleção e premiação. Das decisões não caberão quaisquer tipos de recursos.
4. Os trabalhos, selecionados ou não, não serão devolvidos e poderão ser usados em outras mostras, independentemente da escolha da primeira seleção.
5. Os trabalhos selecionados serão expostos em mostra a ser realizada em agosto de 2012 no Museu da Pedra Grande.
6. Todos os autores dos trabalhos concordam, assim como seus responsáveis (pais ou tutores) e respectivas instituições/escolas, por força deste regulamento, em ceder sua imagem e de sua obra em divulgações relacionadas ao evento, sendo garantidos os direitos autorais, mas sem receber qualquer remuneração pelo uso dessas imagens.
IV -Premiação
1. Aos melhores trabalhos de cada faixa etária serão conferidas Medalhas para os 1º, 2º e 3º lugares e Menções Honrosas para 4º e 5º lugares
2. Aos trabalhos selecionados para a Mostra e não premiados, serão conferidos Certificados de Participação.
3. Aos professores que orientaram os autores dos trabalhos premiados do 1º ao 5º lugares de cada faixa etária receberão Certificados de Mérito Cultural.
V -Disposições Finais
1. O descumprimento de qualquer item deste regulamento acarretará a imediata eliminação do trabalho concorrente.
2. A inscrição neste concurso implica na plena e total aceitação deste regulamento, cabendo ao participante e aos orientadores seguirem as regras em sua totalidade.
3. Dúvidas quanto à interpretação deste regulamento e resolução do mesmo serão dirimidas junto à Comissão Organizadora.

Apoio e patrocínio: Governo de São Paulo/Secretaria do Meio Ambiente; Fundação Florestal; Parque Estadual da Cantareira e artmica.blogspot.com

generico cialis levitra senza ricetta viagra costo levitra acquisto cialis senza ricetta kamagra acquisto cialis prezzo kamagra italia acquisto kamagra comprare viagra acquisto levitra acquisto viagra viagra generico viagra comprare viagra acquisto levitra prezzo generico viagra cialis generico levitra generico